sábado, 23 de setembro de 2017

FILHO MORTO A TIRO E PAI BALEADO NO BAIRRO BELO HORIZONTE EM MOSSORÓ/RN.

Fotos do local Jr Dantas/Do HRTM Zezinho Funeraria
Local do crime
Na noite de sábado, 23 de setembro de 2017, a Central de Operações da Policia Militar, registra uma ação criminosa a tiros, fato ocorrido numa lanchonete na Rua Claudionor Gonçalves dos Santos no Bairro Belo Horizonte em Mossoró, Oeste do Estado do Rio Grande do Norte, onde pai e filho são alvejados a tiros, sendo que o ALISON MARTINS, 24 anos, foi alveja com um tiro de escopeta calibre 12 na região da cabeça, vindo a óbito no local, já seu pai MANOEL HAROLDO FLORIANO, 50 anos, foi alvejado com um tiro no quadril, sendo socorrido para a “U.P.A.” Unidade de Pronto Atendimento do Belo Horizonte, juntamente com ALUCIA CRISTINA DE ARAÚJO, 27 anos, que foi ferida por bala perdida, após receberem atendimentos médicos foram transferido para ao Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia.
Alison Morreu no local
Os informes colhidos no local com testemunhas, são que os atiradores chegaram a pé, mas as proximidades do ato criminosos, tinha o veículo de cor escura dando apoio aos atiradores, que após consumar o crime, conseguiram se evadir do local sem serem identificados.
Haroldo chegando no HRTM
Policiais militares das Rádios Patrulhas 232. Sob o comando do Cabo Arimatéia e a 234 do BH comandada pelo Cabo Silva Belo, isolaram o local, a equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Pericia, coordenado pelo perito Eduardo Alexandre, realizaram os procedimentos de local de crime, recolheram o cadáver para a sede do órgão, onde será necropsiado.
 
Este é o crime de nº 169º de 25017, que será investigado pela equipe do delegado Rafael Arraes da Divisão de Homicídio e Proteção a Pessoa de Mossoró, para ser esclarecido e identificar seus autores.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

OPERAÇÃO MARCO ZERO PRENDE NOVE PESSOAS ENVOLVIDAS EM ROUBOS À INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS.

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) deflagrou, nesta sexta-feira (22), a Operação “Marco Zero”, a qual resultou na prisão de nove pessoas integrantes de uma organização criminosa especializada em roubo a bancos, além da apreensão de armamento e drogas. O nome da operação faz alusão à cidade de Touros, onde ocorreram os primeiros roubos à instituições bancárias, realizados pela associação criminosa presa, tendo como objetivo o seu desarticulamento. Segundo investigações, o grupo atuava de forma integrada e planejada, utilizando material explosivo, forte armamento, e veículos clonados, atuando nos estados do Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba. Durante o cumprimento dos mandados de prisão, a polícia apreendeu na residência de Valdênio, uma pistola, crack, maconha, além de um veículo clonado, e na casa de Manuel Messias, um fuzil, dinheiro, celulares, e uma identidade falsa. Durante confronto com policiais, Manuel foi atingido e ferido, sendo encaminhado ao hospital.
Foram presos na Operação “Marco Zero”: Ana Célia Rocha dos Santos, 34 anos; André Marques de Albuquerque, vulgo “André Cabeça”, 36 anos; Arthur Kennedy Martins, 35 anos; John Breno Rosendro da Silva; Manuel Messias de Araújo, vulgo “Vaca”; Paulo Alan Neves Souza dos Santos, 22 anos; Suenio Mafra Bassani Vale, 33 anos; Waldenio de Lima, 35 anos; e Wanderval Targino da Silva, 45 anos. No total, foram sete roubos ocorridos desde o mês de abril deste ano até este mês de setembro, sendo o primeiro roubo da organização ocorrido no dia 05 de abril, na cidade de João Câmara (RN); o segundo foi realizado no dia 04 de maio em Sítio Novo (RN); o terceiro roubo ocorreu no dia 01 de junho em São Miguel (RN); o quarto roubo foi cometido no dia 09 de junho na cidade de Goianinha (RN); uma tentativa de roubo teria sido cometida no dia 30 de junho em Canguaretama (RN); o quinto roubo foi praticado no dia 03 de julho no município de Novo Lino (AL); o sexto roubo foi realizado no dia 29 de julho no município de Belém (PB); e o sétimo e último roubo teria ocorrido no dia 19 de setembro no município de Campina Grande (PB).
No dia 29 de julho deste ano, policiais civis da Deicor apreenderam um vasto material, entre armas e material para explosão, em uma residência localizada em São José de Mipibu. O material pertencia à quadrilha para o cometimento de roubos à instituições bancárias. Durante a operação, também foram apreendidos, na residência de John Breno, diversos mapas com informações as quais indicavam as cidades que seriam alvos, a distância entre cada uma delas, e o reforço policial que cada uma continha. A Operação “Marco Zero” iniciou no dia 03 de abril deste ano, após os roubos que ocorreram no município de Touros, revelando, durante as investigações, uma associação criminosa que atuava de forma organizada e planejada, atribuindo funções diferenciadas a cada integrante do grupo, tendo, entre eles, Manuel como líder, que utilizava de armas violentas nos roubos, e contra os policiais.

Investigações apontam que Suênio atuou como olheiro em Coronel Ezequiel, e era responsável por jogar os grampos para atrapalhar a perseguição da polícia, sendo investigado também pela Polícia Federal. Entre os nove integrantes, três eram responsáveis por providenciar, clonar e adulterar os veículos a serem utilizados durante os roubos, sendo eles Arthur, que fazia a ocultação e adulteração de carros, o John Breno, que roubava carros e também fazia planejamento dos roubos das cidades selecionadas, analisando a distância entre elas e o quantitativo de reforço policial de cada uma, além de ser “sócio” de Arthur, e Alan, que fazia a adulteração das placas dos veículos roubados. Através de André, o grupo criminoso conseguia as armas de fogo, que também eram consertadas por ele. Em um dos crimes, Valdênio teria realizado uma negociação de um veículo para o cometimento do roubo, sendo ele traficante na comunidade de Felipe Camarão, tendo como companheira, Ana Célia, também integrante da organização criminosa.
Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (22), na Academia de Polícia Civil (Acadepol), o delegado da Deicor, Marcuse Cabral, detalhou que a quadrilha foi monitorada durante todos os seis meses de investigações, as quais revelaram que haviam ramificações desse grupo em outros estados, entre esses a Paraíba e Alagoas, locais onde também ocorreram roubos. “A partir dos primeiros roubos à instituição bancária em Touros, onde a quadrilha teria subtraído R$ 700.000 reais do Banco do Brasil, mediante explosivos, iniciamos um processo de monitoramento desse grupo criminoso. Através desse trabalho, apreendemos, no dia 29 de julho deste ano, um vasto material de armamento e explosivos desse grupo. Essa organização era especializada em roubar bancos, e altamente planejada para tal fim, distribuindo atribuições diversas a seus integrantes com o fim de facilitar o cometimento dos crimes. O grupo todo era organizado entre líder, pessoas que faziam a ‘linha de frente’ para a explosão dos bancos, armeiros, olheiros, responsáveis por providenciar e adulterar carros roubados, planejadores da logística crimes, e rota de fugas, ou seja, havia uma divisão racional de trabalho e de tarefas, o que fazia da quadrilha uma verdadeira organização criminosa”, detalha o delegado da Deicor, Marcuse Cabral.

O delegado geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Correia Júnior, destaca o intenso trabalho realizado pela Deicor no último trimestre, o qual resultou em uma diminuição considerável na ocorrência de roubos a instituições bancárias no estado. “Houve uma diminuição em relação a esse último trimestre, através das investigações feitas pela Deicor, que hoje, deflagrou essa operação tão importante para o nosso estado. Nós, da Polícia Civil, estávamos bastante preocupados com a ocorrência desse tipo de crime no estado, pois a população também é vitimizada ao ficar impossibilitada de realizar as suas transações bancárias. Esperamos que os responsáveis por esses crimes que foram presos nos últimos meses, sejam condenados e fiquem atrás das grades”, afirma o delegado geral da Polícia Civil, Correia Júnior.

Segundo o delegado da Deicor, Odilon Teodósio, as investigações prosseguirão a fim de identificar e prender os demais integrantes de quadrilhas que cometeram roubo à instituições bancárias. “Durante as nossas investigações, colhemos diversas provas que serão também emprestadas à Polícia Federal. Além dessa associação criminosa, existem outras células que participaram desse tipo de ocorrência que estão sendo investigadas, sendo geralmente interligadas. Existem outros mandados de prisão que vamos cumprir, isso é só uma questão de tempo para que a Deicor prenda todos os integrantes de roubo a bancos”, reafirma o delegado da Deicor, Odilon Teodósio.

Informações: Gustavo Mariano/Degepol/RN.

PRF RECUPERA EM MOSSORÓ CARRETA ROUBADA E ADULTERADA.

Um motorista suspeito de apropriação indébita de carga de sal foi preso nesta sexta feira, (22), em Mossoró, dirigindo uma carreta roubada e adulterada. Ele foi preso e levado à Polícia Civil.
A descoberta aconteceu por volta das 7h30min, na BR-304, próximo ao acesso da rodovia que leva à cidade de Baraúna/RN. O motorista, um homem de 55 anos que informou residir em Curitiba/PR, foi abordado e solicitado a apresentar os documentos da Scania, modelo T-113 H 360 e dos semirreboques atrelados. Os policiais rodoviários federais descobriram que se tratava de um veículo com placas clonadas de outro em Curitiba. O verdadeiro era de Minas Gerais.
O homem foi preso e levado para a delegacia da Polícia Civil pelo crime de adulteração de sinais de identificação veicular. Lá foi apurado que havia um boletim de ocorrência contra o motorista, por uma empresa de sal em Mossoró, pelo crime de apropriação indébita. Ele carregou 46 toneladas de sal para entregar no Mato Grosso, mas a mercadoria desapareceu no caminho. Também havia histórico de outros registros pelo mesmo crime e porte ilegal de arma de fogo.

A Polícia Civil está providenciando a avaliação dos semirreboques para verificar se também são de origem criminosa. O motorista ficou preso e já responderá pela adulteração do veículo e receptação, além de prestar esclarecimentos sobre a apropriação indébita contra ele.

Além do combate aos crimes relatados, outro benefício à sociedade aconteceu nesta ocorrência: a prevenção de possível acidente grave. O conjunto da carreta encontrada estava com diversos pneus em mau estado de conservação, gerando grande risco de acidente. O motorista também estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida.

Segunda carreta – Outra recuperação semelhante aconteceu na região há uma semana. No sábado (16) uma equipe da PRF recuperou uma carreta com características semelhantes que também era produto de roubo.

PRF Segurança com Cidadania.
Assessoria de Imprensa da PRF no RN

ÓRGÃO DE TRÂNSITO REALIZA OPERAÇÃO ZERO ÁLCOOL EM MOSSORÓ/RN.

Uma operação integrada envolvendo o 2º Distrito de Policia Rodoviária Estadual, que tem a frente o Major Manoel de Lima, DETRAN, SEMEM, Policia Rodovia Federal e a Equipe de Educação de Trânsito Municipal, realizam Blitz Educativa dentro das atividades da Semana Nacional de Trânsito na Cidade de Mossoró no Oeste Potiguar.
 
A Blitz Educativas denominada de OPERAÇÃO ZERO ÁLCOOL, estão sendo realizadas em Bares e Restaurantes da Cidade, onde o objetivo dos agentes de trânsito é convencer o cidadão e cidadã que o álcool não combina com direção.

Se você bebeu na dirija! Se for dirigir não beba.

Proteja o seu bem maio! A vida.

AS FELICITAÇÕES DO BLOG VÃO PARA MEU AMIGO E PARCEIRO ALCIVAN VILLAR – O ANIVERSARIANTE DO DIA.

As felicitações do blog vão para meu amigo e parceiro ALCIVAN VILLAR, diretor presidente do blog Fim da Linha e Repórter Policia Policial da TV Metropolitana, que está de idade nova neste, 22 de setembro de 2017. Tintim...
Alcivan Villar - Aniversariante do dia.
Amigo Villar que o senhor nosso DEUS, derrame benção e graça em sua vida, te conceda longos anos de vida, com saúde, felicidades, sabedoria, vitorias, conquistas, paz e bem.

Parabéns e Feliz Aniversário hoje amigo, felicidades sempre.

São votos sinceros e carinhosos da família 4dzpatrulha

MOSSORÓ/RN. => JFRN PROMOVE CURSO DE SEGURANÇA DE DIGNITÁRIO PARA AGENTES PÚBLICOS.

A JFRN promoveu de 18 a 21 de Setembro, na Subseção Judiciária Federal de Mossoró, o Curso de Proteção de Dignitários, com carga horária de 30 horas/aulas, para Agentes de Segurança Pública lotados em Mossoró e Assú e instituições amigas sediadas naquela cidade, os instrutores do curso foram o Coronel QOPM Túlio Cesar (Ch do GSI), Gabinete de Segurança Institucional do RN e o Agente de Segurança Márcio.
Compuseram a turma 06 alunos da JFRN, 03 do MPF, 02 da Guarda Civil Municipal, 02 do TJRN, 03 do Grupo de Operações Especiais do 2º Batalhão de Polícia Militar e 03 do 12º Batalhão de Polícia Militar.
 
Gerenciamento de Crises e Direção evasiva, entre outras, foram às disciplinas ministradas em aulas práticas e teóricas. O referido investimento objetivou cumprir normas atinentes à legislação de capacitação dos agentes de segurança do quadro e diretrizes do Gabinete de Segurança Institucional da JFRN, com vistas a fortalecer o elo das instituições locais no campo da segurança e proteção de Autoridades, através de um canal fluido e perene de informações oriundas da rede formada pelos órgãos participantes.

2°BPM INTENSIFICA OPERAÇÕES NOS BAIRROS DE MOSSORÓ.

Na tarde de quinta feira, 20 de setembro de 2017,  policiais militares do 2º Batalhão sediado em Mossoró/RN, sob o comando do Major Maximiliano Fernandes, realizaram mais uma operação através de patrulhamento com abordagens em intervenções fixas e móveis.

Dessa vez a ação ocorreu no Bairro Belo Horizonte, um dos mais populosos da cidade. A unidade segue com esse trabalho diariamente cujo objetivo é prevenir delitos e proporcionar mais segurança à população.

5ª SEÇÃO / 2º BPM.